Natura24

Ergyphilus Intima, 60 cáps – Nutergia

Ergyphilus Íntima, 60 cáps, da Nutergia

ERGYPHILUS Intima é um suplemento alimentar constituído por uma sinergia única de 5 estirpes vivas. Contém lactobacilos e bifidobactérias rigorosamente selecionadas pelas suas propriedades:
Lactobacillus acidophilus DSM 21717,
Lactobacillus gasseri LMG 26661,
Lactobacillus rhamnosus GG ATCC 53103,
Bifidobacterium bifidum DSM 22892,
Lactobacillus fermentum CECT 5716.

A permeabilidade entre a microbiota gastrointestinal e a microbiota urogenital existe e os lactobacilos podem transitar de uma para outra.
Os Lactobacillus acidophilus colonizam inumeros organismos e nem sempre humanos! Os alimentos fermentados como o iogurte, o queijo, os legumes fermentados como a couve ou o pão fermentado também os contêm. O leite fermentado é muito rico.
O leite materno forcece Lactobacillus gasseri com efeitos no equilíbrio da flora intestinal e vaginal estudados desde os anos 80.
Os Lactobacillus rhamnosus GG têm a capacidade de sobreviver ao atravessar os ambientes ácidos do estômago e do intestino, restabelecendo o equilíbrio entre as diferentes espécies de bactérias.
Os Lactobacillus fermentum resistem também às agressões dos ácidos do estômago e da bílis. Podem reunir-se na micorbiota intestinal e participar a subtil alquimia da sua microbioma.

ERGYPHILUS Intima é uma sinergia única de 5 estirpes de lactobacilos e bifidobactérias que favorece o equilíbrio das microbiotas vaginal e urinária.

As estirpes de lactobacilos de ERGYHILUS Intima respondem a critérios rigorosos.
Os critérios de seleção das estirpes:
. origem humana
. tolerância à acidez gástrica e aos sais biliares
. estabilidade reforçada com presença de um complexo protetor específico que favorece a sobrevivência das estirpes.

Características

APRESENTAÇÃO: 
Embalagem com 60 cáps.
Sem glúten, sem dióxido de titânio, sem silício, estirpes vivas, naturalmente presentes na microbiota, não micro-encapsuladas.

MODO DE TOMAR:
Fase de ataque: 2 cáps 2 vezes/dia, durante 1 semana.
Fase de manutenção: 2 cáps/dia, durante 1 mês (até 3 meses em caso de recidiva).
Ao receber, manter o produto de preferência a +/- 4ºC.

RECOMENDAÇÕES:
Os suplementos alimentares não devem ser utilizados como substitutos de um regime alimentar variado e equilibrado e de um modo de vida saudável. Manter fora do alcance e visão das crianças. Não exceder as dosagens recomendadas. Manter em local fresco e seco, ao abrigo da luz, calor e humidade.

informação nutricional

Por 4 cáps:

Lactobacilos e bifidobactérias revivificáveis

24 mil milhões

Lactobacillus acidophilus DSM 21717

10 mil milhões

Lactobacillus gasseri LMG 26661

6 mil milhões

Lactobacillus rhamnosus GG ATCC 53103

4,4 mil milhões

Bifi dobacterium bifi dum DSM 22892

2 mil milhões

Lactobacillus fermentum CECT 5716

1,6 mil milhões

Outros Ingredientes:
Agente de carga
: amido de batata ; fruto-oligosacarídeos (FOS), lactobacilos e bifidobactérias liofilizados (contém vestígios de leite), antiaglomerante : estearato de magnésio vegetal ; antioxidante : ácido ascórbico. cáp : gelatina de peixe.

Informações Nutricionais indicadas pelo fabricante, NUTERGIA.

Sobre a nutergia

Claude Lagarde, farmaceûtico e biólogo, fundou em 1989 o Laboratório NUTERGIA, o Laboratório da Nutrição Celular Ativa®, especializado em micronutrição que cria, produz e distribui suplementos alimentares que correspondem ao conceito de Nutrição Celular Ativa ©.
Poluídas por toxinas ou carenciadas em «moléculas da vida», nomeadamente oligoelementos, as nossas células não conseguem assegurar corretamente as suas funções vitais.
É desta forma que podemos resumir o conceito proposto desde o início dos anos noventa pelo Dr. Claude Lagarde: A Nutrição Celular Ativa (NCA).
Este conceito, nascido após diversos anos de observação da eficácia de protocolos nutricionais propostos a centenas de pacientes sofrendo de patologias difíceis, devolve o seu lugar aos oligoelementos. A oligoterapia nutricional permite reiniciar as cascatas metabólicas e aumentar a resistência à degeneração celular, ou seja à doença. Só o aporte de oligoelementos não permite restaurar as carências eventuais em outros micronutrientes (minerais, vitaminas, antioxidantes, ácidos gordos poliinsaturados, aminoácidos) mas são necessários à sua boa integração no seio da célula. Por isso, a partir de 1989, esta sinergia entre nutrientes essenciais e oligoelementos foram o fundamento da NCA.

Claude Lagarde observou que a detoxinação prévia da célula otimiza a eficácia dos protocolos. A partir de 1993 o conceito de NCA evolui para uma abordagem em duas fases:
  • A 1ª etapa consiste em favorecer a eliminação de toxinas que podem sobrecarregar a célula; fase de desintoxicação. Dado o número cada vez maior de compostos xenobióticos utilizados hoje em dia, qualquer pessoa está sujeita a ter intoxicações celulares.
  • A 2ª etapa fornece os “materiais” para compensar as carências celulares: é a fase de reestruturação. 
O objetivo da NCA é restruturar um melhor funcionamento celular com o aporte de nutrientes adequados em doses fisiológicas, para encontrar equilíbrio e bem-estar. Para isso, uma fase de detoxinação permite eliminar as toxinas que podem sobrecarregar a célula, antes de fornecer os micronutrientes essenciais na fase da reconstrução.É esta a filosofia dos produtos Nutergia!